ALZHEIMER E FIBROMIALGIA Projeto de lei aprovado institui campanha de conscientização Fevereiro Roxo

O plenário da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) aprovou na sessão ordinária desta terça-feira (12) o Projeto de Lei (PL) nº 10/2021, que institui e inclui no calendário oficial de eventos do Estado a campanha de conscientização Fevereiro Roxo, que tem como finalidade esclarecer a população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do Alzheimer e da fibromialgia. Um dos objetivos também é tratar sobre os problemas que acometem os portadores, bem como divulgar os sintomas das doenças.

 

Fevereiro foi escolhido, conforme justificativa do PL, por ser o mês de combate ao preconceito em relação a essas doenças e, principalmente, voltado à conscientização para diagnóstico precoce e cuidados. Dessa forma, existem várias ações pelo mundo, passando informações e mostrando para as pessoas como lidar com as diferenças.

 

Segundo a deputada Yonny Pedroso (PL), autora do projeto, a campanha permitirá esclarecer a população, a fim de que cada vez mais se tenha um diagnóstico precoce para iniciar o tratamento.

 

“Tenho sido cobrada por pessoas e associações para que a gente possa ser o porta-voz aqui na Assembleia. Acolhi o pedido, pois é necessário que se tenha esse dia oficial no calendário de eventos, por se tratar de uma ação importante para a saúde do Estado”, justificou, ao agradecer a Mesa Diretora por colocar a propositura na ordem do dia.

 

A parlamentar destacou que o Alzheimer e a fibromialgia são doenças incuráveis que podem comprometer severamente a qualidade de vida dos portadores, sendo importante a conscientização do diagnóstico precoce e do tratamento aos primeiros sinais das enfermidades.

 

A parlamentar argumentou ainda que os pacientes terão melhor qualidade de vida. “Essa campanha é importante porque, além de dar visibilidade às doenças e a seus sintomas, incentiva aquelas pessoas que suspeitam de algum problema a procurarem um diagnóstico”, reforçou.

 

O Mal de Alzheimer e a fibromialgia são doenças sem cura e difíceis de serem diagnosticadas. Quando identificadas em estágio inicial, os sintomas podem ser controlados ou retardados.

 

O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa progressiva que se manifesta apresentando deterioração cognitiva da memória a curto prazo e que ao longo do tempo se agrava. Entre os principais sinais e sintomas, estão a falta de memória para acontecimentos recentes, repetição da mesma pergunta várias vezes, dificuldade para acompanhar conversações ou pensamentos complexos e a incapacidade de elaborar estratégias para resolver problemas.

 

A fibromialgia é uma síndrome comum em que a pessoa tem múltiplos pontos de dor por todo o corpo durante longos períodos, com sensibilidade nas articulações, nos músculos, tendões e em outros tecidos moles. Ela também causa fadiga, distúrbios do sono, dor de cabeça, depressão e ansiedade.

 

São sintomas da fibromialgia a dor constante por todo o corpo; dor intensa ao toque; cansaço frequente; distúrbios do sono; rigidez muscular e problemas de memória e concentração.

 

Como prevenir

 

Não existem formas conhecidas para se prevenir a fibromialgia. A ciência moderna especula sobre diversos fatores de risco a respeito da doença de Alzheimer, permitindo se chegar a algumas dicas de prevenção. Os especialistas indicam que ter hábitos de vida saudáveis e cuidar do corpo e da mente são as melhores opções de prevenção. Neste contexto, recomenda-se alimentação saudável, prática de exercícios aeróbicos, não fumar, fazer atividades prazerosas e que estimulem a cognição, como palavras-cruzadas, cuidar da saúde emocional  e exames de rotina.

 

Texto: Marilena Freitas

Leave a Reply

Your email address will not be published.